Descobrindo o Amazonas

O El Dorado é aqui

Manaus > Centro Histórico

Uma das grandes surpresas em relação a Manaus, pelo menos para os mais desavisados, é a riqueza do seu patrimônio histórico. Principal produtora mundial de borracha entre 1880 e 1910, Manaus tornou-se uma das cidades mais ricas e modernas do Brasil na época, sendo uma das primeiras a implementar iluminação elétrica nas ruas e a construir um sistema de bondes. Tal riqueza se refletiu principalmente na construção de imponentes casarões e monumentos que se tornaram ícones arquitetônicos, como o Mercado Adolpho Lisboa e o famoso Teatro Amazonas.

Infelizmente, porém, uma parte significativa dessa riqueza arquitetônica já se perdeu ou está se perdendo. Fachadas descaracterizadas, cartazes e placas de lojas em excesso, calçadas desniveladas, camelôs em todas as partes e um constante odor de urina são algumas das mazelas que atingem o nosso centro histórico. Em suma, Manaus não foge à regra da maioria das capitais brasileiras, cujos centros históricos tornaram-se lugares abandonados, perigosos e sem qualquer cuidado com o seu patrimônio.

Entretanto, apesar de grande parte do centro de Manaus continuar abandonada, a cidade vem nos últimos anos dando uma grande lição sobre como revitalizar o seu patrimônio histórico. Diversos logradouros centenários foram completamente restaurados e abertos ao grande público para visitação. A quantidade de museus e centros culturais disponíveis à população, por exemplo, praticamente triplicou desde 2005.

E a melhor parte dessa revitalização é que ela não contemplou apenas o monumento histórico em si, mas todo o seu entorno. O local onde se localiza o Teatro Amazonas, chamado de Largo de São Sebastião, por exemplo, virou um dos melhores pontos da cidade, onde além do imponente teatro, você possui vários bares, museus e, de vez em quando, até mesmo apresentações culturais de música e dança ao ar livre. Um local seguro, livre de camelôs e de mendigos dormindo em bancos ou pedindo esmolas, onde você pode passear tranquilamente e tirar fotos sem medo de ser assaltado, até mesmo à noite. Existem vários outros logradouros como esse no centro histórico da cidade, e há projetos para mais serem inaugurados/revitalizados nos próximos anos.

Beleza Iluminada

Por incrível que pareça, o centro histórico de Manaus é melhor aproveitado à noite, e não de dia. Por quê? Porque à noite as praças e monumentos revitalizados estão todos iluminados, deixando esses ambientes ainda mais agradáveis. Além disso, é à noite que os bares estão funcionando e quando a maioria das apresentações culturais acontecem. Outro fator importantíssimo é a temperatura. Durante a noite o calor sufocante da nossa cidade dá uma trégua. De dia, dependendo da época do ano, o calor pode ser tão forte que impede qualquer pessoa de apreciar a beleza desses lugares.

Infelizmente, esses espaços restaurados ainda são ilhas de qualidade de vida, cercadas por um mar de desorganização. Ou seja, você ainda não pode (ou pelo menos não deveria) caminhar de uma praça restaurada para outra, pois não há segurança nesse caminho intermediário. A esperança é que no futuro algumas avenidas e ruas que conectam esses logradouros também sejam revitalizadas, transformando-se em corredores culturais. Por enquanto, vá de carro ou táxi.

Portanto, eu não recomendo ninguém a passar o dia caminhando pelo centro de Manaus. Tudo o que você irá ver é um mar de camelôs, lixo e desorganização. Porém, se você deixar para visitar os logradouros listados neste site durante a noite, irá se surpreender com os resultados de uma cidade que, apesar de muito trabalho ainda ter pela frente, já pode ser considerada um exemplo para outras capitais brasileiras no que diz respeito à revitalização do seu patrimônio e da sua história.

Resumindo...

Não deixe de ver/fazer:

- Não deixe de visitar o centro histórico à noite, pois é quando os principais casarões e monumentos estão iluminados e quando os bares estão funcionando. Durante o dia, o calor pode ser insuportável.

- Os locais bonitos e revitalizados estão todos listados acima. O restante do centro da cidade encontra-se completamente abandonado, sujo, lotado de camelôs e propenso a assaltos. Evite caminhar por esses lugares.

- As praças e parques revitalizados do centro da cidade frequentemente se transformam em palco de eventos e apresentações culturais ao ar livre. Consulte a nossa agenda cultural.

- Aqui você pode encontrar um mapa com a localização dos principais turísticos do centro histórico de Manaus.

 

Comentários