Descobrindo o Amazonas

O El Dorado é aqui

Manaus > Centro Histórico > Praça da Polícia

Revitalizada em 2009, a Praça Heliodoro Balbi, mais conhecida como Praça da Polícia, já se tornou referência no centro histórico de Manaus. Construída em estilo inglês, a praça é a mais arborizada de todo o centro da cidade e conta com diversas espécies vegetais da região amazônica, todas devidamente identificadas por placas, incluindo uma grande Sibipiruna, árvore de copa frondosa e tronco esbranquiçado que, iluminada à noite, domina a paisagem.

Além de possuir diversas esculturas de ferro espalhadas em toda a sua extensão, a Praça tem como principal atrativo suas pequenas lagoas e chafarizes. Em alguns dias, elas iniciam o chamado “balé das águas”, no qual jatos de água iluminados dançam ao som dos mais variados estilos musicais. A Praça conta também com um belíssimo e centenário coreto feito de ferro com detalhes em vidro. Localizado bem no meio da Praça, ele serve de palco para pequenos concertos de música clássica que ocorrem periodicamente.

Monumentos Históricos

A Praça da Polícia possui ainda três importantes construções históricas nas suas imediações. De um lado, o prédio do Colégio Estadual D. Pedro II. Principal instituição de ensino primário e secundário durante o ciclo da borracha, o prédio ainda hoje funciona como escola pública.

Já do outro lado da Praça encontra-se o Palacete Provincial. Em tons fortes de vermelho e com dezenas de janelas, o prédio servia antigamente como Quartel da Polícia Militar, daí o nome popular da Praça. Reformado, hoje abriga vários museus em seu interior, como a Pinacoteca do Estado, o Museu da Numismática (com uma incrível coleção de moedas, até mesmo quadradas!), o Museu da Arqueologia e o Museu da Polícia Militar.

Se você é fã de cinema (como eu), o Museu da Imagem e do Som, também presente no Palacete, impressiona pelo grande acervo de filmes clássicos em DVD. A melhor parte é que todos estão disponíveis para serem vistos de graça nas dependências do Palacete. 

Mais talvez o melhor salão do Palacete seja justamente o primeiro, no qual você pode observar, através de fotos e painéis, a situação degradante em que se encontrava o Palacete e a praça e todo o processo posterior de reforma dos mesmos. É um verdadeiro sopro de esperança para os demais prédios e logradouros históricos da cidade que precisam ser revitalizados, provando que, por pior que seja a situação atual, não há nada que doses certas de vontade política e competência técnica (mais até do que o dinheiro em si) não possam recuperar.

Não deixe de conferir também a cela memória nos fundos do Palacete, que mostra o local onde os criminosos eram aprisionados na época em que o prédio servia de Quartel Militar. Além disso, em alguns domingos, há concertos de música (em geral, MPB) às 19h. O prédio está aberto à visitação guiada e a entrada, por incrível que pareça, é gratuita.

Apesar de não ser visível a partir da praça, uma pequena caminhada de menos de dois minutos em direção à Av. Eduardo Ribeiro revela a imponente Biblioteca Pública do Amazonas. O prédio é uma das grandes jóias da Belle Époque e, se o seu exterior já impressiona, o encanto apenas aumenta ao nos deparmos em seu hall de entrada com uma bela escadaria metálica que leva ao saguão superior, amplo e com um teto cheio de detalhes. As salas de leitura são menores e mais simples, mas ainda assim se revelam bem aconchegantes ao aliar elementos históricos, como os pisos feitos de cerâmica portuguesa e madeira, com traços mais modernos, como poltronas e puffs alcochoados.      

Bares e Restaurantes

Próximo da Praça você ainda encontra boas opções gastronômicas. Dentro do Palacete Provincial está situado o Café do Pina, uma simpática lanchonete cuja decoração é inspirada nos bares de Manaus do século XIX. Aos domingos, eles também oferecem  um café-da-manhã regional. Em 2011, foi inaugurada uma outra unidade do Café do Pina, dessa vez no meio da praça, de forma a atender aos clientes nos horários em que o Palacete encontra-se fechado. O local é bastante agradável e diria que até mesmo romântico, especialmente à noite, já que permite fazer um lanche sob as frondosas árvores da praça.

Enquanto isso, do outro lado da rua encontra-se um dos mais tradicionais restaurantes da cidade: a Cantina Fiorentina. Especializado em massas italianas, o restaurante também oferece pratos a base de carne, frango e peixe. Nos finais de semana, ele dispõe várias mesas na calçada para atender seus clientes, mas o melhor mesmo é ficar em uma das mesas do segundo andar, de onde se tem uma visão privilegiada da Praça. O restaurante abre para almoço e jantar e os preços são bem convidativos, em torno de R$20 por pessoa.

Ao lado da Cantina Fiorentina, há uma unidade do restaurante self-service Alemã Gourmet, o qual também é uma boa opção para o almoço.  

Resumindo...

Não deixe de ver/fazer:

  • Andar calmamente pela praça, apreciando seus caminhos sinuosos                             sob a sombra das árvores.
  • Visitar os museus do Palacete Provincial.
  • Lanchar no Café do Pina, seja dentro ou fora do Palacete Provincial.
  • Visitar a Biblioteca Pública do Amazonas.

- A entrada no Palacete Provincial e na Biblioteca Pública é gratuita.

- Visite a Praça da Polícia no final da tarde, quando os monumentos começam a ser iluminados e o calor dá uma trégua.

- O local é completamente seguro e livre de mendigos e camelôs, inclusive à noite.

Para ver fotos da Praça da Polícia, clique aqui

Contatos

Palacete Provincial

  • Telefone: (92) 3622 8387 / 3635 5832
  • Horário de funcionamento: Ter. à Qui. das 9h às 19h / Sex. e Sáb. das 9h às 20h / Dom. das 16h às 21h.

Biblioteca Pública do Amazonas

  • Telefone: (92) 3234 0588 / 3232 4503
  • Horário de funcionamento: Seg. à Sex. das 8h às 20h / Sáb. das 9h às 14h

Comentários